O sindicato de professores de SP tem estudos mais avançados sobre readaptados

 

Retirado da página do Sindicato dos Professores de São Paulo .

Qua, 11 de Março 2015 – 14:59

Advogada defende direitos dos professores readaptados em mestrado na Universidade de Taubaté

Por: Ana Maria Lopes

Os direitos dos professores readaptados foram o tema da dissertação de mestrado que a advogada Mariana Carolina Lemes apresentou na Universidade de Taubaté. A pesquisa “Concretização de direitos dos professores readaptados da rede oficial de ensino do Estado de São Paulo” levou um ano e foi realizada na área de Direitos Sociais, Difusos e Coletivos.

“Após atuar em favor de professoras em diversos casos, percebi que o problema vivenciado pelos readaptados da rede oficial de ensino do Estado de São Paulo é crônico e afeta muita gente e, por isso, resolvi tratar do tema em minha dissertação de mestrado”, conta a advogada.

A dissertação começa tratando da profissão de professor e de algumas normas de proteção previstas no Direito Internacional. “Os direitos fundamentais do professor são o principal enfoque. A pesquisa revela que o professor readaptado é injustamente visto como algo ‘quebrado’, que já não tem mais serventia. Falo das lesões aos direitos da personalidade, à dignidade do professor”, explica Carolina Lemes.

Um dos capítulos do trabalho aborda a Síndrome de Burnout, um distúrbio psiquíco relacionado ao esgotamento profissional. “Acredito que o Estado tem o dever de indenizar as lesões ao patrimônio imaterial dos professores agredidos”, defende a avogada.

A pesquisa aborda ainda as iniciativas do Ministério Público de outros órgãos para proteger a categoria. A dissertação traz uma proposta para a melhoria do ambiente de trabalho e métodos preventivos para que sejam evitadas lesões psicológicas aos professores.

A autora revela que pretende apresentar as propostas avaliadas no trabalho a um deputado estadual, para que sejam transformadas em um projeto de lei que proteja os professores readaptados.

SERVIÇO: A íntegra da dissertação “Concretização de direitos dos professores readaptados da rede oficial de ensino do Estado de São Paulo” pode ser acessada na Biblioteca Digital da Unitau:

www.unitau.br/pagina/biblioteca-digital-de-teses-e-dissertacoes.

Contatos com a autora, Mariana Carolina Lemes, através do e-mail:

mklemes@ig.com.br

São Paulo é realmente mais avançado nos estudos da defesa da saúde dos profissionais a ponto de iniciar pesquisas mais profundas sobre o tratamento jurídico dado .

Sobre Duque de Caxias e a região metropolitana do Rio de Janeiro .

Vale ressaltar que a pesquisa mostra dados  condicionantes que existem em toda educação das grandes cidades do Brasil e mesmo o prefeito de Duque de Caxias  ( que médico ) se recusando a fornecer os dados da educação da cidade ao sindicato, nos podemos  afirmar que os fatos são semelhantes e  que os números também.  Reiteramos a nossa solicitação que o prefeito aceite comparar os números de profissionais da educação doentes com os números de outros municípios . Garantimos que serão encontradas semelhanças estatísticas com  o Rio de Janeiro .  Até o momento estamos esperando uma audiência que fale do número de licenças e dos readaptados especificamente .

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe um comentário