Tags: servidores

Atraso de salários investigado pelo MP

O Sindicato dos Enfermeiros do Rio protocolou no Ministério Público estadual do Rio uma denúncia contra o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, pela situação caótica em que se encontram os servidores do município, em função dos constantes atrasos nos salários.

 

De acordo com a denúncia, o problema se arrasta desde 2016. Servidores da ativa e aposentados apresentam quadros de depressão e adoecimento por falta de dinheiro para a compra de medicamentos. O pagamento é, ainda, feito de forma parcelada, sem data definida, o que gera graves transtornos financeiros aos servidores. Na denúncia, o sindicato pede que o MP tome providências para que a administração pública municipal regularize imediatamente a situação dos servidores.

 

A prefeitura diz, em nota, de forma robotizada, que vem fazendo esforço para pôr as contas em dia. Vangloria-se de já ter efetuado o pagamento da folha de setembro para 54% dos funcionários da Saúde e repete o mantra de que “novos pagamentos serão feitos nos próximos dias, de acordo com a entrada de receita, até que todo o funcionalismo tenha recebido”. Há anos que essa ladainha é repetida e os servidores públicos não sabem quando vão receber seus salários.

 

Um dos municípios do estado que mais recebe recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), Caxias também tem acumulado atrasos de salários e de aposentadorias dos professores. Até ontem, 11 de Novembro, parte dos aposentados ainda não haviam recebido o 13º de 2018 e nenhum deles o salário de setembro. Entre os profissionais da ativa, muitos não receberam o mês de outubro.

 

Confira a reportagem completa em: https://extra.globo.com/noticias/rio/atraso-de-salarios-em-caxias-vai-parar-no-ministerio-publico-estadual-24075440.html

Carta aberta à população de Duque de Caxias

Carta aberta à população de Duque de Caxias

Setembro de 2016

Os servidores municipais de Duque de Caxias unificaram a luta contra o governo do prefeito Alexandre Cardoso. Nos últimos três meses o atual prefeito PARCELOU O SALÁRIOS DOS SERVIDORES DE CAXIAS que, devido às precárias condições, só conseguem oferecer um serviço de baixa qualidade à população.

Na sua campanha eleitoral, o prefeito Alexandre Cardoso disse que Duque de Caxias era uma cidade rica, porém má administrada. E agora, o que ele tem a dizer??? O prefeito se apropriou indevidamente dos nossos empréstimos consignados, não repassando aos bancos as parcelas descontadas no salário do servidor, que tinha seu nome inserido no SPC/SERASA.

Educação e Saúde: o que tem em comum???

  • Foram quase 4 anos de total descaso com o servidor público através de precária estrutura de trabalho;

  • Falta material escolar (lápis, borracha, caderno), uniforme escolar, seringas, remédio, fraldas. E pasmem, durante 24h o acompanhante do enfermo e servidor só têm duas refeições;

  • Nenhuma creche foi construída e poucas reformas foram feitas nas escolas. A prefeitura devolveu verba para construção de creches;

  • Além de não construir nada, em 4 anos, o prefeito fechou o ambulatório da Maternidade de Xerém e o Programa de Endocrinologia, assim como não inaugurou o Hospital da Mulher, em Santa Cruz etc.

O prefeito não vem atendendo a demanda da população, sucateando a estrutura existente, não investindo nessas áreas, precarizando assim o acesso a esses direitos básicos do cidadão desse município.

N   o dia 08 de setembro de 2016 os servidores vão parar, numa greve de advertência de 24h, pois o prefeito não vem atendendo as demandas dos servidores e consequentemente precarizando o atendimento à população.

Download: Carta aberta à população de Duque de Caxias setembro