Tags: Duque de Caxias

Profissionais realizam novo ato em frente ao Cemitério

Os Profissionais da Educação da Rede Municipal de Duque de Caxias realizaram um ato de protesto e denúncia pelo descaso do governo W. Reis com os salários atrasados dos servidores, ontem, 10 de outubro. A maioria dos profissionais encontram-se com 2 meses de salários em atraso – agosto e setembro – sem calendário e sem perspectivas futuras de uma solução para esse quadro. Enquanto isso o prefeito continua investindo em cemitério e enterrando a Educação, que agoniza dia a dia.

Após o ato a categoria se encaminhou para a sede da Prefeitura onde mais uma vez os portões encontravam-se fechados para os servidores.
Uma comissão formada pelo sindicato e professores da base foi posteriormente recebida por membros do governo. As informações dadas não foram muito diferentes das anteriores: queda de arrecadação, falta de repasse de ICMS e nenhuma proposta concreta para reversão desse quadro. Além disso o secretariado confirmou o discurso feito pelo prefeito recentemente em vídeo: nos próximos meses o cenário deve piorar.

Ontem foi paga apenas uma pequena parcela referente ao salário de agosto que contempla 321 profissionais da Educação na faixa de até 4.670,00 reais. Não houve pagamento para os aposentados.

Diante desse quadro propomos que nos próximos dias os profissionais da Educação discutam coletivamente nas escolas o que fazer. Convocamos para duas tarefas importantes:

  • Dia 16/10 às 17h: Atividade de denúncia e panfletagem no centro do Município, na Praça do Pacificador antes da abertura do Seminário “Estado, Poder e Revolução” no Teatro Raul Cortez;
  • Dia 17/10 às 8h: Conselho de Representantes no Sepe Caxias onde serão debatidas as propostas construídas pelos profissionais em suas escolas.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deliberações da assembleia de 05-10

  • Aprovadas as propostas do Conselho de Representantes;
  • Nota de apoio à professora Flávia, perseguida pela prefeitura do Rio por denunciar as precariedades de sua escola;
  • Ato com panfletagem e faixas na Praça do Pacificador antes da abertura do seminário sobre Gramsci, dia 16 às 17h
  • Campanha com banner: “Vereador, vote o retorno dos 12%”
  • Participação no ato dos aposentados 06/10, às 9h, na Prefeitura;
  • Ato no cemitério público dia 10/10, às 14h;
  • Assembleia orçamentária no início de 2018.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Informes das reuniões de 01/09 com o Prefeito e SME

Pela manhã a direção se reuniu com o Prefeito e SME na PMDC, onde foram discutidos os seguintes pontos:

1) Eleição de Diretores: A SME sustentou a proposta que as escolas, através das chapas, apresentassem seus projetos. Independentemente da escolha da comunidade, os projetos seriam avaliados por uma comissão (SME). Se fosse chapa única (1 projeto), idem.
Repudiamos muito esta proposta e o prefeito aceitou enfim que a comunidade escolha, porém se não cumprir com exigências do cargo, o prefeito poderá exonerar. Haverá instrumento da SME com base legal para esta avaliação.
Sendo assim o projeto mais votado é eleito. Se não houver o cumprimento há a possibilidade de exoneração. Reivindicamos critérios claros.
2) Projeto de Lei sobre o retorno dos 12 por cento no Plano de Carreira: prefeito falou que enviou à Câmara e a tramitação será definida pelos vereadores. Ele vai mandar o PL da Meta 19 (Gestão Democrática) na terça-feira para Câmara e irá com a data para a eleição de diretores.
3) Falta de pagamento: Prefeito fala que a arrecadação caiu 19 milhões. Não há datas definidas e aguarda o que entra na conta.

À tarde a direção esteve na Câmara de Vereadores com o presidente da Câmara Sandro Lelis para tratarmos sobre a tramitação do projeto do plano de carreira, que ainda não tem data definida para ser votado.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0