Tags: ativos

15/10/2019 – Protestos no Dia do Mestre

O que era para ser um dia de comemorações tornou-se um dia de protestos.

Em uma situação que já se arrasta a 3 (três) anos, os Professores da Rede Municipal de Duque de Caxias encontram-se com mais de um mês de salários atrasados. Quando recebem, é de forma escalonada sem qualquer explicação por parte da Prefeitura. Não há calendário de pagamento e o governo sequer sinaliza qualquer tipo de negociação. De fato, a politica do prefeito é de não receber o Sindicato e desrespeitar sistematicamente qualquer tipo de acordo coletivo celebrado em gestões anteriores.

A situação dos aposentados do Município é ainda pior: além de estarem cm dois meses de salários atrasados, o décimo terceiro de 2018 ainda não foi quitado. Com isso, eles chegam a TRÊS MESES de salários atrasados. Essa situação humilhante está cada vez mais debilitando a saúde dos aposentados, causando, inclusive, o falecimento de alguns devido à impossibilidade de comprarem medicamentos.

De forma inexplicável, a Prefeitura decidiu por pagar os Professores da ativa somente usando os recursos oriundos do Fundeb. Fica a dúvida sobre qual está sendo o destino dos recursos arrecadados na cidade e que deveriam ser utilizados para a remuneração dos servidores…

 

Segue, abaixo, reportagem sobre os protestos nesse dia 15 de Outubro de 2019.

Governo espera terminar de pagar dezembro amanhã

Recebemos hoje a seguinte informação do Presidente do IPMDC, João Brecha:

Já foi acumulado o $ para finalizar o pagamento de Dezembro/16 dos aposentados e pensionistas.
Agora depende da juíza dar a ordem, o oficial de justiça ir ao banco e ordenar a transferência da conta da prefeitura para a conta do IPMDC, e o envio do arquivo de pgto a ser processado pela CEF.
Possivelmente amanha, sexta 14/7, será efetuado o pagamento, tudo ocorrendo como planejado.
A decisão judicial autorizando o pagamento referente a dezembro 2016 dos ativos que ainda não haviam recebido assim como dos inativos e pensionistas saiu na data de hoje às 17h01. Somente amanhã o oficial de justiça irá fazer cumprir a decisão junto ao banco para que sejam feitos os pagamentos.

Amanhã, 14/07, os aposentados estão chamando um ato às 10 na Praça do relógio às 10h00 e convida todos os servidores que puderem comparecer para se somar. A reivindicação é a cobrança do pagamento dos meses de maio e junho, ainda sem data prevista.