A próxima geração da juventude que entrará no mercado de trabalho vai pegar o pior cenário dos últimos 20 anos.

Plano temer para economia: acabar ainda mais com o poder de compra do trabalhador.
“O plano defende o fim “de todas as indexações, seja para salários ou benefícios previdenciários”. Reajustes, entre eles o do salário mínimo, seriam negociados com o Congresso, e não haveria garantia de reposição da inflação. Aposentados também perderiam direito ao salário mínimo dos trabalhadores ativos: “(…) é indispensável que se elimine a indexação de qualquer benefício ao valor do salário mínimo”, diz a proposta. ” Não é absurdo falar que o maior partido do Brasil é mercenário e vende seus serviços de acordo com os interesses de seus grupos internos . O grupo hegemônico agora tem a plena clareza de estar se oferecendo ao capital .
O que esperar para o próximos anos ? A presidência ficando ou saindo teremos tempos complicados para a classe que vive do seu salário . Não sabemos exatamente como serão os anos que estão por vir, mas de uma coisa temos certeza só a organização da classe trabalhadora vai nos dá condições de aguentar o tranco e um bom começo de organização é o fenômeno das ocupações nas escolas estaduais. Essa geração de jovens  é sem sombra de  dúvidas a mais prejudicada nesse contexto de mudanças trabalhistas e que bom o movimento estudantil está se tocando disso .

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe um comentário